Conhecendo a placa-mãe: Interfaces – Conectando HD’s, SSD’s, DVD-RW e etc

Dispositivos de armazenamento de arquivos e gravação de mídias internos são conectados diretamente a placa-mãe do micro por interfaces específicas. As portas utilizadas para conectar estes dispositivos é geralmente muito mais rápida do que portas externas, como portas USB por exemplo.

Os primeiros desktops possuíam uma interface chamada de ATA, ou IDE, como ficou conhecida popularmente. A constante evolução de discos rígidos e gravadores de mídias ópticas fez com que a interface de comunicação entre tais dispositivos e a placa-mãe também evoluísse, causando o surgimento da interface SATA (Serial-ATA).

IDE

A interface IDE possuí um conector de 40 pinos e pode trabalhar com cabos (Flat) de 40 ou 80 vias, desde que a porta IDE tenha suporte a comunicação por 80 vias. A interface IDE permite conexão de dispositivos como HD e drives ópticos (CD-ROM, CD-RW, DVD-ROM, DVD-RW e etc)

Portas IDE de 40 e 80 vias
Portas IDE de 40 vias (bege) e 80 vias (verde)

Como pode ser visto na imagem acima, portas IDE com a capacidade de comunicação de 80 vias é de cor diferenciada de uma porta com capacidade de comunicação de 40 vias.

A interface IDE permite velocidades de 16 / 33 / 66 / 100 e 133 mbps. A evolução dos dispositivos, além de exigir um aumento na velocidade permitida pela interface de conexão com a placa-mãe, exigiu também a redução do tamanho dos cabos. Como pode ser visto na foto abaixo, os cabos FLAT, utilizados pela interface IDE são grandes e espaçosos, por possuir muitas vias de cobre para comunicação, o que atrapalhava na circulação de ar dentro do gabinete.

Cabo / conector IDE de 80 vias
Cabo IDE de 80 vias

SATA

A interface SATA (Serial-ATA) surgiu como substituta da interface IDE. Com conector de aproximadamente 14mm, e cabo de 8mm, contra os 56mm do conector IDE e 51mm do cabo Flat. A interface SATA teve velocidade inicial de 150 mbps, passando por 300 mbps (SATA2) e chegando a 600 mbps atualmente (SATA3), evolução a qual permite utilizar cabos sem alteração de dimensões.

Cabo / conector SATA
Cabo / conector SATA
Porta SATA (Serial-ATA)
Porta SATA (Serial-ATA)

Assim como a interface IDE, o SATA permite conectar HD’s e drives ópticos, além de fazer a conexão com drives SSD, que são grandes concorrentes dos HD’s e futuros substitutos dos velhos discos rígidos.

Leave a Reply