Conhecendo a placa-mãe: Socket do processador, slots de memória e energia

A placa-mãe é responsável por conectar e gerenciar a comunicação entre praticamente todos os dispositivos de um computador, isso faz com que ela seja uma placa vital, ou seja, sem ela, nada funciona, fazendo jus a seu nome.

Socket do processador

O socket do processador é responsável pela conexão do processador à placa-mãe. Alguns possuem minúsculos “buracos” onde os pinos do processador entram, outros possuem pinos, que fazem o contato com processadores sem pinos. O socket do processador muda de marca para marca de processador, além da diferença de uma marca para a outra, também há a evolução dos processadores.

Nos primeiros computadores existentes, e em alguns micros com processadores da linha Atom, o slot do processador simplesmente não existe, pois os processadores são soldados a placa-mãe.

Como pode ser visto nas fotos a seguir, o socket do processador possui forma e aparência características, porém com a evolução dos processadores a quantidade de pinos e forma de conexão sofre algumas alterações.

Socket PGA 370 Intel Socket 478 - Intel
Socket PGA 370 – Intel Socket 478 – Intel
Socket 7 - Intel Socket 775 LGA - Intel
Socket 7 – Intel Socket 775 LGA – Intel

Slots de memória (RAM)

A memória RAM é instalada no micro através de slots, onde a memória deve ser instalada, conforme o tipo de memória suportado pela placa-mãe. Existem placas-mãe que possuem slots para dois tipos de memória, criando maior compatibilidade com a evolução das memórias no mercado, porém nunca se deve utilizar dois tipos de memória simultaneamente. Se sua placa-mãe possuir slots para memórias DDR2 e DDR3, você deve escolher uma das duas para instalar em seu micro, nunca as duas tecnologias.

Além das diferentes tecnologias de memórias, existe um modo de operação chamado de “Dual-channel” (será explicado posteriormente). O modo dual-channel também possui especificações técnicas que alteram seu modo de trabalho.

Em placas mãe com 4 slots dual-channel que aceitem memórias do mesmo tipo (DDR3 por exemplo), geralmente 2 slots são de uma cor e 2 de outra, diferenciando os slots que conseguem trabalham em conjunto. Para instalar memórias e usufruir da tecnologia dual-channel, os módulos devem ser instalados em slots da mesma cor.

Slots de memória RAM
Slots de memória RAM

Energia

A placa-mãe é alimentada por uma fonte de energia AT ou ATX.

AT: O padrão AT é um padrão já defasado, utilizado nos primeiros desktops, possuía 12 pinos e o conector era dividido em duas partes.

ATX: O ATX é o padrão utilizado hoje em dia, possui conector de 20 ou 24 pinos. As fontes de hoje em dia são encontradas com conector de 24 pinos, porém há uma separação que permite utilizar a fonte em uma placa-mãe com conector ATX de 20 pinos. O conector ATX faz a alimentação geral da placa-mãe (Chipset’s north-bridge e south-bridge, memórias, placas instaladas em slots de expansão CNR / ISA / PCI / PCI-X, controladores de vídeo, rede, áudio, portas usb e etc).

Conector ATX de 20 pinos
Conector ATX de 20 pinos
Conector ATX de 24 pinos
Conector ATX de 24 pinos

Processador / 4 pinos: As placas-mãe recentes possuem um conector de 4 pinos e 12 volts, o qual é dedicado ao processador (geralmente o conector fica próximo ao processador).

Conector 4 pinos - Processador - 12 volts Conector 4 pinos - Processador - 12 volts
Conector 4 pinos – Processador

Bateria CR2032: Toda placa-mãe possui uma bateria circular, denominada CR2032, está é responsável por armazenar as configurações básicas da placa-mãe (BIOS), enquanto a placa não estiver conectada a tomada. Esta bateria é fácil de encontrar e tem baixo custo.

6 Comments

  1. marcelo
  2. Wil

Leave a Reply